Páginas

domingo, 18 de março de 2012

GUERRA SANTA OU GUERRA PESSOAL?


O Cenário evangélico esta em crise, isto é plausível, claro, patente... Nos últimos anos, igrejas representadas pelos seus lideres, que infelizmente, tem sido motivo de escândalos e noticias na mídia. Isto foi avisado por Jesus, quando disse que; “Nos últimos dias aparecerão falsos profetas e ovelhas travestidas de lobos e que seria necessário tais escândalos, mais ai daqueles que fossem autores de tais escândalos”...
Não é de se admirar que religiosos sejam criticados por pessoas ateus ou tidas como sem religião. Mas religiosos se digladiando? Pastores se ofendendo? Pessoas que deveriam dar exemplos de união, de índole, de comunhão e de amor, sendo autores e deturpadores de seus sermões  “NÂO FAÇA”, “NÂO COMETA TAL PECADO”.
Foi o que aconteceu na noite de ontem, as 21:00 hs  do dia 19 de março de 2012 (domingo), no programa Domingo espetacular, quando Edir Macedo (Igreja Universal do reino de Deus), ataca outro líder religioso de outra igreja no Brasil, Bispo Valdemiro Santiago (Igreja Mundial do Poder de Deus) que é nada mais nada menos do que mais uma igreja... Com o “interesse” nos “rebanhos”, de salvar vidas, de curar enfermidades, de apascentar pessoas. Mas será que esta sendo feito isto mesmo?  Ou pessoas estão sendo vitimas de aproveitadores da fé? Em busca dos seus próprios interesses e guerras?
Eu respondo em nome de muitos sacerdotes e pastores sérios espalhados pelo nosso Brasil e até mesmo exterior, enviados para terras estranhas e solo estrangeiro, com um verdadeiro propósito de ver pessoas terem uma verdadeira experiência e encontro com o criador e salvador.  Falo em nome de Pastores que estão nos interiores, em cidades muitas vezes sem nenhum recurso industrial e tecnológico, sem nenhum conforto e muitas vezes até passando por necessidades pessoais. Sou Pastor e já passei por situação de igual modo, e não me envergonho disso, pois vale apena presenciar pessoas que foram e são libertas pelo poder único do Evangelho de Cristo.
Já vi pessoas angustiadas serem consoladas pela palavra de Deus, vi pessoas serem libertas pelo poder da palavra, vi pessoas voltarem a ter esperança de viver, serem soltas dos ardis do pecado, entre tantas coisas que me dão alegria de ser um Pastor de ovelhas humanas e em tudo isto, não tenho nada material como recompensa, pois sei que quem faz este serviço varonil e  honrado, o faz com amor, sem esperar nada em troca, na certeza de que o galardão vem de Deus. Apesar de ser consciente que tais homens de gloriosa função são dignos de seus salários, pois servem a Deus e aos fieis também. Os tais precisam e merecem o apoio financeiro e sustento pelo que deixam para trás e renunciam tudo por amor e verdadeiro amor pelo que faz.
Sofro em ver estes que se dizem “pastores evangélicos”, se digladiarem em nome de uma guerra particular e pessoal e brincam com coisas tão serias que dizem respeito à fé de milhares de pessoas que buscam por meio da Palavra de Deus, alento para suas vidas.
No entanto ainda continuo dizendo sempre a todos os fieis que verdadeiramente buscam a Deus, “Olhem para Jesus autor e consumador de nossa fé”.   Há e quanto a estes “Escandalosos Ministros do evangelho”? Eles já tem seus próprios galardões...






POR JACKSON GUNNAR VINGRE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário